#E os laureados com o prémio D. JOÃO I de 2018 são...

Faltando apenas um mês para o Jantar anual do nosso Clube - esperamos que já tenha reservado a data na sua agenda - vimos hoje falar-lhe do Prémio D. JOÃO I - VENATIONIS MERITO HONOR, atribuído como sabe a pessoas ou instituições cujo trabalho contribui para defender e valorizar uma Caça ética, social, cultural, económica e ambientalmente sustentável, o qual será entregue a par dos restantes no decurso do nosso Jantar de Gala.

Em 2018 o Clube Português de Monteiros centrou as suas energias e o seu trabalho concreto - Seminários, Colóquios, Palestras - na Formação, na Informação e na valorização da Ciência enquanto base fundamental do Conhecimento aplicável. Por isso, no corrente ano o Prémio será atribuido ex-aequo a duas fascinantes personalidades académicas e universitárias cujo relevantíssimo trabalho em prol da Caça merece o maior aplauso.

 

A Professora Doutora MARIA MADALENA VIEIRA PINTO é licenciada em Medicina Veterinária pela UTAD e docente na área Inspecção Sanitária e Segurança Alimentar na Universidade de
Trás-os-Montes e Alto Douro, colaborando como docente destas áreas temáticas em diversos mestrados. Nos meios cinegéticos destacou-se como responsável científica por vários Cursos de Formação Certificados no âmbito do “Exame Inicial de Caça” em Portugal Continental e nos Açores.

Colaborou com o ICNF, sendo autora do capítulo em “Sanidade e higiene em animais selvagens e segurança alimentar” do Manual para exame da Carta de caçador. É actualmente Vice-Directora do Centro de Ciência Animal e Veterinária da UTAD, e Vogal do Conselho Regional Norte a Ordem dos Médicos Veterinários. É responsável por parte da UTAD pelo protocolo celebrado com o CPM para a concretização dos Cursos de "Exame inicial de peças de caça maior abatidas em zonas de caça" em vigor.

 

 

O Professor Doutor CARLOS MANUEL MARTINS SANTOS FONSECA é licenciado em Biologia pela Universidade de Coimbra e responsável pelo Coordenador da Unidade de Vida Selvagem do Departamento de Biologia da Universidade de Aveiro (UA).

Estudioso e entusiasta de temas relacionados com o ordenamento, a gestão e a valorização dos recursos silvestres, nos quais se integra a Caça, foi o responsável científico pelo programa de reintrodução de corços e veados na Serra da Lousã. Está envolvido em múltiplos projectos e estratégias no terreno que incluem o ordenamento e a gestão dos recursos florestais, nomeadamente os cinegéticos, com destaque a Caça Maior, as alterações climáticas e a Biodiversidade.

É membro da Comissão Nacional de Homologação de Troféus, do CPM e da Delegação Portuguesa do CIC. Integrou as duas Comissões Técnicas Independentes criadas pela Assembleia da República para a análise dos incêndios que decorreram em Portugal em Junho e Outubro de 2017.

Deixe o seu comentário

Comentários

  • Sem comentários ativos!